segunda-feira, 29 de março de 2010

AMAURY MENEZES NO BECO DAS ARTES


O Beco das Artes está com um acervo de trabalhos do artista Amaury Menezes, em aquarelas, desenhos a lápis e desenho a carvão,com preços variando entre R$ 100,00 e R$ 300,00. É uma boa oportunidade de adquirir trabalhos desse artista que é um dos maiores nomes das artes em Goiás.

Maiores informações clique aqui.

PRÊMIO PRITZKER 2010


Considerado o "Oscar da Arquitetura", o Pritzker Prize premia anualmente um arquiteto pelo conjunto de sua obra. 2009 foi o ano do suíço Peter Zumthor, em 1988 e 2006, respectivamente, os brasileiros Niemeyer e Paulo Mendes foram premiados.
Dia 28 de março às 11 horas da manhã foi a anunciado o ganhador do Pritzker 2010.
E prêmio vai para: SANAA
O escritório Japonês representado pelos arquitetos Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa estava na lista dos favoritos desde o ano passado juntamente a Steven Holl, em destaque as principais obras do SANAA são: The New Museum of Contemporary Art - Nova York , Zollverein School for Management and Design - Essen - Alemanha e EPFL Rolex Learning Center - Suiça
A última dessas obras citadas foi o destaque na premiação, vale a pena ver o video.
(Colaboração: Lucas Felício)

sexta-feira, 26 de março de 2010

LET'S FOTOGRAFAR - DANILO SIQUEIRA


Um site interessante.
Sensibiliade em forma de imagem.
A fotografia de Danilo Siqueira revela beleza e qualidade.
Vale o clique para conhecer.


quarta-feira, 24 de março de 2010

EREA GOIÂNIA - 2010


Acontecerá em Goiânia nos dias 31 de março a 04 de abril o EREA GOIÂNIA - 2010.
Participem.
Maiores informações clique aqui.

CURSO DE ARQUITETURA DA UEG PARADO

Entenda o motivo que levou o curso de Arquitetura e Urbanismo da UEG a parar suas atividades. Leia a carta encaminhada ontem para o Diretor da Unidade e para o Reitor da UEG.

segunda-feira, 22 de março de 2010

MAIS UM TFG


Mais um TFG que considero interessante.
A Lorrayne é uma arquiteta estudiosa e dedicada. As orientações eram marcadas por gratas supresas semanais produtivas e deliciosas guloseimas de sua mãe.
Hoje é arquiteta do serviço público federal recém concursada e acredito que vai ainda mais longe.
Leia o que ela escreveu sobre o trabalho e clique aqui para conhecer as pranchas apresentadas na última banca.

"Sempre gostei de estudar a respeito do quanto a arquitetura poderia influenciar no processo de cura de pacientes em ambientes ligados a saúde. Durante esses estudos pude perceber que a arquitetura pode ser um fator de extrema importância para amenizar o sentimento de dor e colaborar no tratamento e reabilitação de pacientes, resumindo minha constatação em uma palavra chave: humanização. Utilizei desse conceito para estruturar o projeto que mais tive carinho em fazer: o Centro de Reabilitação São Paulo Apóstolo.
O Centro de Reabilitação São Paulo Apóstolo (CRESPA), fundado em março de 1983, no Jardim América, em Goiânia, é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos que promove a reabilitação de portadores de necessidades especiais através de métodos fisioterapêuticos e psico-pedagógicos, visando sua integração à família e à sociedade. Atualmente o CRESPA atende alunos que possuem algum tipo de deficiência mental, aliada ou não a deficiência física, sem limite de idade.
Apesar de servir de bom exemplo para a sociedade, de como se fazer um trabalho de caráter humano, é destituído de instalações adequadas para se realizarem as atividades. Por ser um edifício que não foi construído para tal uso, e sim aproveitado a estrutura de um colégio regular existente, existe precariedade das instalações.
O objetivo deste trabalho foi proporcionar ambientes adequados para este tipo de usuário, através da construção de um novo CRESPA e resgatar o respeito ao ser humano, com um programa mais adequado, uma maior integração e participação da sociedade e com uma arquitetura mais humanizada, que colaborasse no tratamento físico e psíquico dos excepcionais: uma arquitetura feita para curar.
Assim, o edifício e as atividades desenvolvidas ficam visíveis para a sociedade, reduzindo o preconceito a respeito da deficiência, e incentivando o trabalho voluntário e de amor ao próximo.
Meu conselho para os futuros arquitetos que estão na fase do “sofrido” TG é de que escolham o tema que sentem mais afinidade para trabalhar, porque quando se faz o que se gosta tudo se torna mais fácil e prazeroso, lembrando sempre de que a arquitetura é feita para o homem, portanto o respeito a esse homem (usuário) é importante para o sucesso do projeto."

sábado, 20 de março de 2010

SISTEMA DE PROJEÇÃO TEORIA E EXERCÍCIOS

Novo Conteúdo para os alunos de DP1 da PUC.GOIÁS.
Abraços.

TRABALHO FINAL DE GRADUAÇÃO


A partir de agora abro uma nova seção no blog: TFGs.
O objetivo é criar um banco de dados interessante com trabalhos dos concluintes do curso de arquitetura e urbanismo. Assim os que estão começando seus TFGs poderiam ter um banco de dados para suas pesquisas. Caso você queira enviar o seu TFG ou uma sugestão de trabalho para publicação no blog envie um email para: braulio.arq@hotmail.com.

Inaugura a seção o trabalho do arquiteto Rodrigo Queiroz. Rodrigo desenvolveu uma proposta de um centro cultural para sua cidade natal, Rio Verde - Goiás. Fez um excelente projeto.
Clique aqui para baixar o texto e as imagens das pranchas.
Veja o que ele escreveu sobre seu trabalho MÓDULO CULTURAL.
" O Módulo Cultural nasceu de uma percepção que tenho sobre a cidade de minha infância, que apesar de ser
bastante promissora, nunca dispôs de lugares públicos de qualidade e que permitem apresentação de peças teatrais, shows culturais e manifestações artísticas. Somente quando fui fazer Universidade em Anápolis que tive um contato mais próximo as várias formas de expressão cultural. Até hoje me lembro de como foi interessante assistir uma peça do Grupo Galpão no meio de uma praça, ali no meio da cidade, sem infra-estrutura adequada. Mesmo assim a peça foi extremamente lúdica e divertida. Foi então que comecei a observar que certas manifestações culturais podem acontecer em diversos lugares com formas diferentes e que aguçam a percepção.
O desenvolvimento desse trabalho de graduação foi uma forma de prestar um serviço a minha cidade natal, mostrando que a atividade cultural é viável e deve ser levada a sério. Tive um pouco de atenção a levar o foco não somente para a cultura, mas também, a cultura como forma de se promover um desenvolvimento econômico mais diverso, mais complexo. A intenção é que com medidas como o Módulo, as várias maneiras de se expressar a cultura sejam mais expostas de uma maneira positiva. Como em Rio Verde temos o passado ligado ao cerrado, a cultura do sertanejo, acaba que atualmente, a diversidade seja subjugada a apenas um grupo específico. Nessa linha de raciocínio é que se desenrolou o desenvolvimento formal, de uma maneira mais aguçada, diferente do que se é praticado na cidade.
Sou muito grato a todos que me ajudaram na trajetória final desse curso. Ainda mais que com esse trabalho foi possível que algumas portas, da minha então nova carreira profissional, fossem abertas. Espero que com essa publicação, mais um material de pesquisa esteja acessível a todos, com pranchas, imagens e textos. "

quarta-feira, 17 de março de 2010

DA ESTÉTICA DO FILME AO IMAGINÁRIO ARQUITETÔNICO 2010


O programa de extensão do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UEG, 'Da Estética do Filme ao Imaginário Arquitetônico' já voltou à ativa desde o mês passado. Neste sábado dia 20 uma programação imperdível. O Mágico de Oz comentado pelo professor José Maurício de Sousa -colaborador importante do blog e uma figura . Detalhe importante, cineminha e comentários totalmente 'free'. Compareçam.
Atividade Complementar para os alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo.
Coordenação dos professores Nancy Melo e Ademir Luiz da UEG.

SÓ PARA RIR

Um vídeo muito legal que me fez rir e lembrar de tempos atrás quando fazíamos essa performance em acampamentos de adolescentes, até um trabalho de faculdade foi apresentado com essa técnica. É claro que essa apresentação aqui é simplesmente fantástica e não cabe comparações.
Então divirta-se.
video

terça-feira, 16 de março de 2010

USO DO ESCALÍMETRO


Recebi uma sugestão interessante do Alan .
Um vídeo que mostra como utilizar o escalímetro. Vale a pena ver outros vídeos relacionados ao assunto.

segunda-feira, 15 de março de 2010

domingo, 14 de março de 2010

MEMÓRIA VIVA


"Memória rima com história."
Pra quem ainda não conhece o site.

SLIDES


Tem gente que nunca viu um slide, mas antes de vivermos a era da comunicação e da informação era um grande recurso da imagem.
Se você é um daqueles que tem muitos veja as opções de nova utilização.
Uma sugestão do Lucas Felício.

MAIS UM CONCURSO


Mais um concurso na área do Design.

quarta-feira, 10 de março de 2010

CONCURSO CREAT 2010


As inscrições para o concurso internacional de estudantes estão abertas até dia 31 de março.
Maiores informações no site.

segunda-feira, 8 de março de 2010

PINTURA


Ainda bem, já imaginou ter que levar a casa para pintar?
Uma contribuição do José Maurício.

domingo, 7 de março de 2010

PRIMEIRA POESIA VISUAL



Influenciado pela obra nome e pelo grande Al Chaer eis aí a primeira poesia visual.

UM EDIFÍCIO INTERESSANTE


Vale o clique para conhecer o projeto 360º do arquiteto Isay Weinfeld que venceu a categoria Residencial do Prêmio Future Projects, da revista inglesa Architectural Review.

FAZER O QUE SE GOSTA


Um interessante artigo de Stephen Kanitz sobre fazer o que se gosta ou gostar do que se faz.

sexta-feira, 5 de março de 2010

TILT-SHIFT PARECE MAS NÃO É

O TILT-SHIFT ou “tilt and shift” é um estilo de fotografia que produz fotografias de objetos e cenários reais mas que ficam parecidos com miniaturas e maquetes. "A primeira lente desenvolvida especialmente para produzir este efeito foi a Canon TS35mm f/2.8 S.S.C em 1973." - wikipédia.
O vídeo abaixo é um exemplo da técnica. Filmado na 'delirante cidade de Nova York' . Muito interessante. Encontrei esse vídeo no blog da arquietta Lise Longo.

The Sandpit from Sam O'Hare on Vimeo.

terça-feira, 2 de março de 2010

UMA PÓS INTERESSANTE PARA ARQUITETOS


Para arquitetos recém-formados ou para quem já formou, uma pós interessante.
Vale a pena conferir.

GERAÇÃO Y


A geração Y é conhecida como aquela que consegue fazer várias coisas ao mesmo tempo.
Agora por exemplo, enquanto posto essa mensagem, falo ao celular, assisto o amistoso da seleção brasileira e tento trabalhar nas disciplinas das universidades.
A sensação é de uma loucura contínua.
Mas muito mais que essa habilidade - que definitivamente eu não tenho - a geração Y tem muitas características interessantes. Então para quem é da geração Y, ou para quem quer entendê-la a reportagem da revista GALILEU é bem interessante.
Boa Leitura.