quarta-feira, 22 de junho de 2011

EXPO DERIVA - CAMILA ARANTES

Cidade de flores e pedras

"Caminhar pelo centro me fez perceber com clareza todos os elementos que ele contém, são cores, sons e paisagens construídas... A máquina transforma a cidade em uma tela branca permitindo todas essas combinações possíveis. Isto é deriva lomográfica, uma nova forma de pintar a cidade."


Equipamento utilizado: Lomography Holga135 Filme Fujifilm Superia 100, Filme Kodak Ultramax 400.



Nasce uma flor na cidade
Nasce uma cidade da flor
Interseção




Museu Zoroastro Artiaga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.