domingo, 3 de julho de 2011

EXPO DERIVA - LANA COSTA

"A fotografia, que em grego significa "desenhar com luz e contraste", foi a forma que encontrei de desenhar com a luz do meu olhar os contrastes peculiares do cotidiano, de como enxergo vida. A deriva foi uma oportunidade maravilhosa de registrar o centro de Goiânia, algo que muito almejava. O centro sempre me conquistou, é dele que vem a essência de um povo que vive o lugar passado no presente, cheio de encontros e transformações que preenchem e contemplam o futuro.

O meu olhar foi mais humano, menos arquitetônico, os meus registros foram mais pela vontade de encontrar, nos que estavam ali, vivendo o centro, a minha paixão por esse lugar. "











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.