terça-feira, 24 de abril de 2012

Cabideiro que virou chapeleiro.

Esse cabideiro veio da fazenda da avó da minha esposa. Vó Culina, uma figura que esbanja simpatia e muito carinho. Outro dia vi esse cabideiro fora da casa da fazenda, numa varanda de serviço e não tive dúvida, passei o óleo de peroba na cara e fui pedir a peça para a Vó.

Ganhei um presente e trouxe para dentro de casa uma bela peça de algumas dezenas de anos, talvez quatro ou cinco.

Os chapéus são dos homens da casa, o da esquerda do Pedro e o da direita meu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.