sábado, 5 de janeiro de 2013

E as bancas de avaliação.






Ao visitar o site plataforma encontrei uma opinião de um colega arquiteto e professor chileno - Guillermo Hevia García - sobre o comportamento de professor em uma banca de avaliação.






Já registrei aqui no blog uma experiência negativa que eu vivi em uma banca.
Meu comportamento - depois da banca - rendeu-me uma amarga discussão com uma aluna do curso de arquitetura da UEG.  Aprendi muito com aquela situação e em outras dezenas de apresentações que tive a oportunidade e o privilégio de participar como avaliador.

Tem sido uma prática constante a apresentação de trabalhos nas disciplinas de projeto do curso de arquitetura e urbanismo da UFG. A prática pedagógica ensina não só aos alunos mas também aos professores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.