quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Turquia - Ordem de demolição a Torres "ilegais"







O Conselho de Estado Turco ordenou que o OnaltiDokuz Residence, um trio de torres de 27 a 37 pavimentos localizado no distrito de Zeytinburnu, em Istambul, fosse demolido. Trata-se de uma decisão histórica que poderá ter consequências mais profundas no sistema de planejamento nacional.


Como relatado por Oliver Wainwright no The Guardian, o Conselho de Estado Turco decidiu que o empreendimento "afetava negativamente o patrimônio mundial que o governo turco é obrigado a proteger"; trata-se, possivelmente, de uma reação aos comentários feitos pela UNESCO em 2010, que ameaçava colocar a cidade mais populosa da Turquia na lista de patrimônio mundial ameaçado.

No entanto, além da decisão de demolir o conjunto, o caso lança luz sobre o mecanismo por trás do boom imobiliário em Istambul. O terreno em questão, que segundo o zoneamento tinha gabarito máximo de 5 pavimentos, foi imediatamente rezoneado pela Prefeitura de Istambul após sua compra pelo empreendedor.

A demolição também coloca a Prefeitura de Istambul sob risco de uma indenização astronômica, dado que o empreendimento não está apenas concluído, mas todos os apartamentos já foram vendidos. Cihat Gökdemir, o advogado que trabalhou no caso para o Conselho de Estado, propôs que essa indenização seja recuperada dos membros do conselho que originalmente aprovaram o edifício, dizendo que "irá processá-los por desperdiçar recursos públicos".

Via ArchDaily

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.