sábado, 5 de março de 2016

Pampulha a caminho do título de Patrimônio Mundial

Mais um passo importante foi dado em prol da candidatura do Conjunto Moderno da Pampulha a Patrimônio Mundial. No dia 15 de Fevereiro, a presidenta do Iphan, Jurema Machado, acompanhou o anúncio da desapropriação do Iate Tênis Clube, parte do Conjunto Moderno, feito pela Fundação Municipal de Cultura. Este ato significou importante avanço no trabalho desenvolvido para concretizar a candidatura, uma vez que o anexo, construído fora do projeto original de Niemeyer, representa um impedimento para o reconhecimento como Patrimônio Mundial. Localizado em Belo Horizonte (MG), o Conjunto Moderno da Pampulha é um dos projetos mais importantes de Oscar Niemeyer, inaugurado em 16 de maio de 1943, a pedido do então prefeito da capital mineira Juscelino Kubitschek.

O decreto de desapropriação foi publicado no dia 16 de Fevereiro. De acordo com a presidenta Jurema Machado “as análises até agora foram muitos positivas. Os pontos que foram apresentados como pendências, são relativamente de fácil superação. Não diria que é fácil, porque implicou em uma decisão como essa de desapropriação de um bem, mas eles são mais pontuais e de solução de relativo curto prazo”.

A candidatura, idealizada desde 1996, concretizou-se somente em 2014, quando foi entregue ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) o Dossiê de inscrição na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO na tipologia Patrimônio Moderno. Em novembro do ano passado, foi formado o Comitê Gestor que irá promover a instalação da estrutura de gestão compartilhada do Conjunto Moderno da Pampulha, propor as diretrizes para a execução das ações do Plano de Gestão e articular as ações entre as esferas municipal, estadual e federal que incidem sobre o Conjunto. Mais detalhes, Vale o Clique!

Via Iphan

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.