segunda-feira, 4 de abril de 2016

O retrato do Abandono - Estação Ferroviária de Goiânia





Antiga Estação Ferroviária de Goiânia é o retrato do abandono.
Cartão postal e ponto turístico da capital, prédio é um dos principais acervos do patrimônio art déco. Embora o Plano Municipal de Cultura estabeleça ações que tornam a Estação Cultura de Goiânia, antiga Estação Ferroviária, em um centro de informação turística, a realidade é bem diferente disso. Para quem avista o prédio de longe, pode parecer só mais um prédio esquecido no centro da Capital, mas o Curta Mais visitou o lugar e trouxe imagens que é de deixar qualquer goianiense inconformado com a degradação física do local.

Há danos internos e externos, o relógio já não funciona e algumas salas viraram depósito de entulhos. Murais, posicionados na região central da entrada da Estação Ferroviária de Goiânia, que foram pintados pelo Frei Nazareno Giuseppe Confaloni (Viterbo, Itália, 1917 – Goiânia, Brasil, 1977), um dos ícones e pioneiros da arte moderna no Centro-Oeste, ainda está em boa conservação, mas está em perigo.

Curta Mais ouviu representantes da Prefeitura de Goiânia e do Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan). Segundo a gerente de patrimônio artístico e cultural da Secretaria Municipal de Cultura, Diolinda Taveira, hoje o prédio está funcionando apenas como ponto de apoio para servidores da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg). Ela esclareceu ainda, que existe um projeto de restauração para a Estação Cultura que aguarda verba federal.

A assessoria de comunicação da superintendência do Iphan, informou que foram contempladas duas obras em Goiânia pelo PAC das Cidades Históricas: a revitalização da Praça Cívica e a restauração da Estação Ferroviária, na Praça do Trabalhador. Ela explicou que a segunda obra está em análise no Diretoria do PAC, em Brasília e ainda não há previsão de valores e datas para liberação.

Via Curta Mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.