quarta-feira, 15 de junho de 2016

São Francisco e a nova lei para Produção de Energia





A cidade mais populosa da Califórnia, São Francisco, aprovou lei que obriga novos prédios maiores de 10 andares a instalar placas solares para produzir energia para iluminação e aquecimento dos apartamentos. Com a medida, a cidade dá mais um passo para se tornar 100% limpa — seu objetivo para 2025.

Segundo o autor do Projeto de Lei, Scott Wiener, a medida complementa uma outra diretriz estadual, que estabelece que todos os prédios maiores de 10 andares devem ser projetados para que pelo menos 15% de seu telhado possa ter placas fotovoltaicas. O que significa pensar em um design e posição sem sombra ou obstrução da luz do sol. “Com a lei municipal, garantimos que os telhados não estejam somente prontos para receber placas solares, mas sejam de fato instalados”, diz Scott.

No último trimestre de 2014, o Departamento do Meio Ambiente da Califórnia fez uma pesquisa e descobriu que, se 200 projetos de prédios cumprissem a lei, já seria possível evitar a emissão de 26 mil toneladas de dióxido de carbono na atmosfera por meio do consumo de energia.

Para Josh Arce, presidente da Comissão de Meio Ambiente de São Francisco,  “a legislação fortalece o esforço de produzir energia elétrica limpa, enquanto ajuda a combater as mudanças climáticas e gerar empregos para a comunidade”.

Se os prédios não conseguirem instalar os painéis solares, há a alternativa de substitui-los por telhados verdes. “Eles proporcionam isolamento térmico, reduzem enchentes, fortalecem a biodiversidade local, sequestram carbono e filtram o ar”, explica o político. De todo jeito, a cidade sairá ganhando!

Via The Greenest Post

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.