quinta-feira, 21 de julho de 2016

EXPODERIVA 2016 - CAMINHO DO SOL - Ítalo Augusto




"Sempre gostei de olhar a cidade colorida e imaginar como ela seria em preto&branco; e há pouco tempo tenho feito várias fotos pensando nessa estética, no grafismo quase que publicitário que a cidade proporciona, nos contrastes, nos habitantes, e nos questionamentos quase que existencialistas de quem eu sou perante a esse local - na primeira edição que tive a oportunidade de participar - essa última - enquanto percorria 'o caminho do sol' pude contemplar uma Goiânia diferente das que enquanto arquiteto e urbanista e eterno estudante sempre contemplei - a Goiânia dos encontros - fossem eles com os amigos, com as pessoas que não vemos há tempos e até mesmo dos encontros consigo mesmo - e consegui abstrair um pouco da identidade, da própria cidade em mim - vi muito da Goiânia em meu peito e que tenho orgulho de carregar pelo meu olhar. Vi a Goiânia que carrego tatuada em minha pele e escrita por Drummond certa vez - 'só as cidades que já sofreram adquirem um rosto'."
 Ítalo Augusto



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.