terça-feira, 23 de agosto de 2016

OMA divulga proposta para Museu de George Lucas, sem lugar definido

Lucas Cultural Arts Museum from Brooklyn Digital Foundry on Vimeo.


Por conta de uma batalha legal com ativistas da cidade de Chicago, no estado americano de Illinois, o cineasta George Lucas resolveu abandonar os planos de construir um museu dedicado ao seu legado às margens do Lago Michigan. Mesmo sem um lugar definido, o criador da saga “Star Wars” disse em comunicado que o projeto do Lucas Museum of Narrative Art será transferido para a Califórnia.

A polêmica, encabeçada pela organização ambientalista Amigos dos Parques, discorre sobre a apropriação indevida de terreno público para o uso de uma instituição privada. O grupo alega que no local, atualmente ocupado por um estacionamento, seria mais vantajosa a revitalização do espaço como um parque para a população do que abrigar um museu.

Diante das negativas, o projeto “montanhoso” – desenvolvido pelo escritório chinês MAD Architects, em parceria com a firma local Studio Gang – parece ter sido descartado temporariamente. Por sua vez, o escritório global OMA divulgou imagens de sua proposta para o museu naquela região que, curiosamente, procura atender um programa e plástica arquitetônica mais integrados com a cidade.

O projeto alternativo busca preservar ao máximo a orla do lago, elevando do solo a maior parte da galeria e dos espaços educacionais, como também descortina um novo espaço permeável e contemplativo na sua cobertura. Diferente do desenho apresentado pelos chineses, que chegou a ter sua área construída reduzida em 25%, o museu do OMA proporcionaria oito vezes mais espaços públicos do que sua área de projeção.

O escritório liderado pelo arquiteto holandês Rem Koolhaas divulgou um vídeo conceitual do futuro museu. Mais detalhes, Confira!

Via Arqbacana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.