sábado, 20 de agosto de 2016

Presidente do CAU/BR defende projeto completo em entrevista ao El País









Em matéria divulgada no jornal El País Brasil, em 31/07/16, o presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), Haroldo Pinheiro, destacou a importância do projeto completo em obras públicas. “Licitar uma obra sem um projeto completo é se aventurar. Sem o projeto não se sabe se a obra vai durar um, seis ou 24 meses. Os aditivos aos projetos também acabam virando uma rotina. É um convite para se rasgar dinheiro público”, alertou.

A reportagem, sob o título, “Nova lei das estatais brasileiras abre brechas para escândalos de corrupção”, aborda as críticas aos itens que tratam de obras públicas na recém aprovada Lei das Estatais (13.303/2016).

O CAU/BR é uma das diversas entidades contrárias à legislação, pois ela permite  licitação de obras de mais de 150 estatais da União, 70 dos Estados, nove do Distrito Federal e dezenas ligadas a Municípios , sem projeto de arquitetura ou engenharia, por meio do instrumento da “contratação integrada”. A medida é válida também para as sociedades de economia mista e subsidiárias.

Para mais informações e entrevista na íntegra, Confira!

Via CAU-GO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.