quarta-feira, 5 de julho de 2017

A primeira grande exposição de Toulouse-Lautrec no Brasil chega ao MASP

Chega ao MASP a maior exposição dedicada à obra do francês Henri de Toulouse-Lautrec já realizada no Brasil. São 75 obras, entre pinturas, cartazes e gravuras.

A exposição foi toda construída e produzida pelo MASP, que já conta com 11 obras do artista em seu acervo. Nove destas obras estão expostas na mostra, as demais presentes na Toulouse-Lautrec em Vermelho são empréstimos de alguns dos principais museus e coleções particulares do mundo.

Toulouse foi um grande cronista do século 19 em Paris, capturou a efervescência noturna que despertava para a modernidade, quando suas ruas foram iluminadas a gás e as mais diversas figuras passaram a se encontrar nos espaços públicos, entre burgueses, boêmios, prostitutas, dançarinos e artistas. O título Vermelho, surge também para fazer menção à decoração do salão de entrada de um luxuoso bordel parisiense que Toulouse-Lautrece frequentou.

As obras exibem as relações de amizade que o artista criou com administradores e trabalhadores locais, já que ele dizia não gostar de desenhar modelos profissionais e preferia retratar pessoas com quem se relacionou durante sua vida, lançando um olhar singular, afetuoso e não moralizante sobre essas pessoas e suas vidas.

A exposição está dividida em seções que são dedicadas à: relação de Lautrec com a prostituição, figura feminina, figura masculina e vida noturna e ocupação dos espaços públicos. A grande característica de Toulouse é sua visão singular e não estereotipadas de fatores como a prostituição, em que reproduz com cenas delicadas do cotidiano.

HENRI DE TOULOUSE-LAUTREC
QUANDO abre na quinta (29), às 20h; de ter. a dom., das 10h às 18h; qui., até 20h; até 1º/10
ONDE Masp, av. Paulista, 1.578, tel. (11) 3149-5959
QUANTO R$ 30, grátis às terças

Via Zupi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.