terça-feira, 18 de julho de 2017

As casas rústicas no subsolo de um vilarejo na Tunísia

Muitas comunidades ao redor do mundo, particularmente aquelas em climas quentes, vivem em cavernas para escapar do calor. Os berberes de Matmata, uma pequena aldeia no sul da Tunísia, fazem isso também.

No entanto, ao contrário da maioria das habitações subterrâneas, as casas de Matmata não são construídas ao lado das montanhas. Em vez disso, eles cavam um grande buraco no chão e, em seguida, pequenos buracos dentro deste maior que serviram como salas. O poço aberto funciona como um pátio, e às vezes está conectado a outros pátios nas proximidades, através de trilhas semelhantes a um grande labirinto subterrâneo.

Matmata e um punhado de cidades semelhantes em toda a Tunísia estão situados em uma prateleira de arenito que é macio o suficiente para escavar com ferramentas manuais, mas resistente o suficiente para manter casas por séculos. Os berberes estão cavando as casas no chão desta forma há mais de mil anos.

O planalto de Matmata, onde estes tipos de moradias são encontradas, fica ao lado de um corredor estreito, que é o único caminho terrestre entre a Líbia e a Tunísia. Esta região foi invadida por invasores ao longo da história, forçando os berberes a se retirarem para o planalto, onde começaram a cavar casas altas nas montanhas.

Mais tarde, à medida que as relações com os invasores árabes se tornaram mais amigáveis, os berberes começaram a se sentir mais seguros, e muitos se moviam para baixo e desenvolveram vilas e lares nas encostas da montanha e mais tarde nas planícies.

Hoje, essas habitações das cavernas são uma atração turística importante. Matmata foi uma das localidades para a filmagem de Star Wars. A casa de Luke Skywalker é na verdade um hotel subterrâneo chamado Sidi Driss.



Via Nômades Digitais



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.