domingo, 16 de julho de 2017

Retratos fragmentados












A fotógrafa italiana Micaela Lattanzio explora a ideia de fragmentação com este projeto chamado “Fragmenta”. Ela corta fotos de homens e mulheres e decompõe em confetes, depois retalha de forma organizada e visualmente bonito. O resultado são retratos surpreendentes em que a meticulosa organização entra em conflito com a brutal desobstrução.

Em suas características estéticas e conceituais Micaela Lattanzio compreende um vocabulário da língua inéditos, da estrutura real, a fim de explorar uma dimensão narrativa que vai além da epiderme, uma investigação sobre os seres humanos e a autenticidade de seu corpo onde forma e conceito de mistura em um trabalho que não pertence a uma unidade de centro de identificação social, mas que é o princípio de uma “fissão nuclear infinita”. Vale o Clique!







Via Zupi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.