segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Dos 100 maiores escritórios de arquitetura, apenas 3 são comandados por mulheres

 Apenas três das 100 maiores empresas de arquitetura do mundo são chefiadas por mulheres e somente duas equipes de gerenciamento possuem mais de 50% do time composto por mulheres. Estas são apenas duas das conclusões pesquisadas e publicadas pelo site de arquitetura e design, Dezeen.

Baseando-se na tradicional “World Architecture 100”, lista que anualmente publica quem são as maiores firmas de arquitetura do planeta, a equipe acessou um a um os sites dos escritórios para avaliar a composição de seus quadros de funcionários e após realizar todo o levantamento é categórica: “Os cargos seniors são esmagadoramente ocupados por homens, bem como as páginas destinadas aos arquitetos da equipe, que muitas vezes consistem em dezenas e dezenas de rostos masculinos, ocasionalmente pontuados por uma mulher”.

A empresa britânica Foster + Partners, por exemplo, é a 14ª maior do mundo e tem 10 sócios executivos seniores, todos homens, além de outros 18 sócios seniors, dos quais apenas um é mulher.

O levantamento afirma também que as mulheres ocupam apenas 10% dos maiores cargos das principais empresas de arquitetura do mundo, que 16 destas 100 empresas não têm nenhuma mulher em cargos seniors e que apenas uma em cada 10 funções de alto escalão, incluindo CEOs, COOs, presidentes e sócios seniors, são ocupadas por mulheres. A pesquisa ainda mostra que a porcentagem de mulheres diminui de forma constante a cada nível ascendente de gerência.

Coincidentemente, os três grandes escritórios comandados por mulheres fazem parte da chamada Escandinávia. São eles: Tengbom e White Arkitekter, da Suécia e Henning Larsen, da Dinamarca. As duas firmas suécas são também as únicas que possuem uma equipe de gestão com mais de 50% do time feminino. Na White Arkitekter, 56% da equipe é feminina e no Tengbom, 78%.

Além destes, outras seis empresas são dirigidas por uma equipe senior composta por uma mulher e um homem. Estes são: Gensler, Perkins Eastman, Wilmotte & Associés, UNStudio, Morphogenesis e BIG.

Por fim, levando em consideração todos os níveis, intermediários e de gerência, das 100 empresas pesquisadas, as mulheres ocupam 18% dos cargos. Vale o Clique!

Via Casa Vogue

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.