sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

"Banespão" reabre com atrações ao público em São Paulo

Fechado há mais de dois anos para reformas, o Edifício Altino Arantes, afetuosamente apelidado de Banespão pelos paulistanos, será reaberto ao público amanhã em celebração ao aniversário de 464 anos da cidade de São Paulo. Construído em 1947 para abrigar a sede do Banco do Estado de São Paulo (Banespa), o arranha-céu de 161 metros de altura oferecia aos visitantes acessoa ao seu mirante com vista panorâmica para a cidade.

Agora, o ícone do centro da cidade contará com uma série de atrações que inclui um museu com a história do edifício, exposições artísticas, pista de skate e um loft para aluguel via Airbnb.

As novas atrações ocuparão onze pavimentos distribuídos ao longo do edifício. Entre o segundo e o quinto pavimento, um percurso apresentará a história do Banespão, com vídeos, móveis originais da época em que o arranha-céu fora inaugurado e uma instalação do artista Vik Muniz com sete painéis feitos com mais de 10 toneladas de sucata.

Os pavimentos 22 e 23 receberão exposições de artistas - sempre um nacional e outro estrangeiro - sobre o mesmo tema em temporadas de quatro meses. Na abertura, o coletivo russo Tundra e a artista Laura Vinci apresentam suas reflexões sobre o tema "paisagem".

O 21° abrigará uma pista de skate concebida pelo campeão mundial Bob Burnquist que conta com um percurso de street, a estrutura para iniciantes e avançados. No 25° pavimento, logo abaixo do famoso mirante, ficará o loft projetado pelo escritório franco-brasileiro Triptyque, disponível para locação na plataforma Airbnb.

O novo Banespão será reaberto ao público amanhã, dia 25 de janeiro, quando, às 20h30, 124 luminárias serão acesas em seu topo para marcar a inauguração do Farol Santander, da instituição que desde 2000 é proprietária do edifício.

Via ArchDaily

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.