quarta-feira, 14 de março de 2018

Das 50 mehores Faculdades de Arquitetura da América Latina, 16 estão no Brasil

Desde 2011, o QS University Rankings elabora anualmente um ranking das melhores universidades do mundo. A metodologia se baseia na medição de indicadores selecionados com o objetivo de refletir os pontos fortes e prioridades de cada região. Este ano, a metodologia para avaliar as diferentes universidades no território latino-americano foi adaptada, incorporando critérios adicionais que permitiram uma comparação ainda mais aprofundada em relação às prioridades locais.

Essa metodologia se baseou na informação coletada nos diferentes países a partir da avaliação de especialistas, da medição de fatores importantes em cada região e da disponibilidade dos dados. A partir desses, estabeleceram-se sete indicadores principais, que explicaremos a seguir junto aos links para as Escolas de Arquitetura das diferentes universidades latino-americanas que fazem parte do Top 50.

Reputação acadêmica (30%): Percepção dos acadêmicos em relação à produção no campo de especialização acadêmica.

Percepção do empregador (20%): Percepção das universidades de onde vêm os profissionais contratados

Relação faculdade/estudante (10%): Número de acadêmicos contratados em regime integral em relação ao número de estudantes.

Citações por publicação (10%): Esse indicador reflete o impacto das pesquisas  de uma instituição com base no número de vezes que um artigo ou paper citado. (Fonte: Scopus)

Papers dos acadêmicos (10%): Número de artigos publicados por cada membro da faculdade. (Fonte: Scopus)

Proporção de acadêmicos com doutorado (10%): O cálculo é feito com base na porcentagem de professores que possuem doutorado ou grau equivalente.

Impacto na internet (10%): Universidades da América Latina com maior presença online, baseado nas medições do  Webometrics. Esse indicador é um método para avaliar o compromisso das instituições para colaborar com a audiência global, promovendo-se internacionalmente.

Para conferir as Faculdades, Vale o Clique!

Via ArchDaily

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.