terça-feira, 27 de março de 2018

Expoderiva Jardim Botânico, Goiânia - Nara Serra




"Participar do Deriva é, antes de tudo, abrir o coração para todas as possibilidades de encontros e achados escondidos nas ruas, becos e esquinas de cada bairro derivado. É andar na cidade. (Re) descobrir a cidade. (Re) conhecer a cidade. Respirar a cidade. Sentir todos os cheiros da cidade. Ouvir os sons da cidade. Olhar para as pessoas da cidade. Alegrar-se com as belezas e se entristecer com o descaso e a falta de cuidado com os espaços. É apoderar-se da cidade. Fazer dela um lugar de pertencimento. É indignar-se com a inércia do Poder público que se omite, mas também, com os moradores que renunciam ao dever de cuidar e manter o lugar onde vivem, porque não querem ou preferem ignorar que os espaços públicos (ruas, calçadas, parques, praças) são construções coletivas. E serão o que fizermos deles. Derivar é, acima de tudo, decidir que cidade queremos para viver. E que cidade queremos deixar para as gerações que virão."

Nara Serra




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.