sexta-feira, 2 de março de 2018

Japão terá arranha-céu de madeira com 340 metros de altura

 Edifícios em altura feitos de madeira são atualmente uma obsessão entre arquitetos, com novos projetos sendo frequentemente anunciados como "o edifício de madeira mais alto" de determinada região. No entanto, o mais recente projeto divulgado pela empresa japonesa Sumitomo Forestry Co., em pareceria com o escritório Nikken Sekkei, vai simplesmente acabar com qualquer chance de disputa, firmando-se como o primeiro arranha-céu superalto de madeira do mundo, a ser construído em Tóquio.

Com 344 metros de altura, a proposta supera em muito projetos de madeira semelhantes, como a River Beech River da Perkins + Will e a Oakwood Tower da PLP Architecture.

Conhecido como W350 Projec, o empreendimento apresentaria um programa de uso misto e busca criar uma comunidade em altura sustentável em termos ambientais e sociais. Imagens virtuais do complexo mostram apartamentos bem iluminados e espaços públicos em vários níveis de construção, com hotéis, escritórios, comércio e residências interligados.

As primeiras estimativas indicaram que o W350 usaria mais de 185 mil metros cúbicos de madeira e custaria mais de 600 bilhões de ienes (US$ 5,6 bilhões). O edifício não será inteiramente de madeira, mas apresentará um sistema híbrido de madeira e aço na proporção 9: 1 capaz de lidar com a alta atividade sísmica de Tóquio.

A conclusão da estrutura está prevista para 2041, para coincidir com o 350º aniversário da Sumitomo.

Via ArchDaily


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.