quinta-feira, 31 de maio de 2018

10 dicas para começar a empreender em Arquitetura Social

A Arquitetura Social é um mercado a ser explorado no Brasil. Segundo a pesquisa CAU/BR-Datafolha, apenas 7% das famílias brasileiras já utilizaram serviços de um arquiteto e urbanista e outros 70% diz contrataria um profissional da área.

A maioria desses 7% é composta por pessoas das classes A e B. As famílias das classes C, D e E são a maioria da população brasileira, mas ainda representam apenas uma pequena fatia entre os contratantes de arquitetos e urbanistas. O mercado existe e o potencial é grande: a pesquisa CAU/BR-Datafolha revelou que 70% dos brasileiros nunca contrataram, mas contratariam um profissional da área.

A segmentação de um escritório de Arquitetura e Urbanismo para a população de menor renda envolve a atuação em moradias populares e habitações de interesse social. Esses nichos estão inseridos no campo de trabalho conhecido como Arquitetura Social. O CAU/BR selecionou dicas de profissionais e empresas do setor para o arquiteto e urbanista que pretende investir na área. Confira!

Via CAU-BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.