quarta-feira, 20 de junho de 2018

Websérie “No Olhar” conta a história dos principais fotógrafos brasileiros

Todo mundo tem algum fotógrafo que ame de paixão e, incrivelmente, o Brasil tem vários deles em solo nacional, produzindo coisas incríveis que vão além da técnica fotográfica. Para trazer esses grandes nomes, como Sebastião Salgado e Walter Carvalho, o cineasta apaixonado por fotografia Tiago Ferraz propôs uma captação dos mestres das lentes na websérie No Olhar, com episódios disponíveis no YouTube.

Em seus respectivos escritórios ou casas, Tiago entrevista cada um deles para descobrir o que os tornou fotógrafos, quais são as suas principais referências, emoções, experiências de vida e o que lhes trouxeram até ali. “Queria ir na contramão do interesse técnico na fotografia, e propor um diálogo sincero com todos eles”, comenta o criador em entrevista à Casa Vogue. “É entender o fotógrafo como linguagem, como conceito fotográfico, o pensar, o querer…”

Websérie “No Olhar” conta a história dos principais fotógrafos brasileiros (Foto: Reprodução YouTube)
Todo mundo tem algum fotógrafo que ame de paixão e, incrivelmente, o Brasil tem vários deles em solo nacional, produzindo coisas incríveis que vão além da técnica fotográfica. Para trazer esses grandes nomes, como Sebastião Salgado e Walter Carvalho, o cineasta apaixonado por fotografia Tiago Ferraz propôs uma captação dos mestres das lentes na websérie No Olhar, com episódios disponíveis no YouTube.

Em seus respectivos escritórios ou casas, Tiago entrevista cada um deles para descobrir o que os tornou fotógrafos, quais são as suas principais referências, emoções, experiências de vida e o que lhes trouxeram até ali. “Queria ir na contramão do interesse técnico na fotografia, e propor um diálogo sincero com todos eles”, comenta o criador em entrevista à Casa Vogue. “É entender o fotógrafo como linguagem, como conceito fotográfico, o pensar, o querer…”

Em clima intimista, imagens emblemáticas dos respectivos trabalhos se mesclam com as da entrevista, em um jogo de edição bem fluído. Uma aula sobre fotografia e fotógrafos deliciosa de assistir. “A importância do projeto é o poder de compartilhar conhecimento com outras pessoas, e tendo isso na internet é mais valioso ainda”, explica o diretor, que trabalha com audiovisual há 14 anos e deu início ao No Olhar em 2008, com o episódio piloto. A primeira temporada, com 10 episódios, foi apoiada pela Fundação Cultural de Curitiba. A segunda, por sua vez, com 24 vídeos, teve incentivo da Secretaria de Cultura do Paraná.

“Eu, como pessoa, recebo essa oportunidade como um presente. Me engrandece a cada capítulo que gravamos, porque a vivência que tenho com o projeto é mais importante do que o registro, carrego para a vida”, diz Tiago. A terceira temporada está por vir. Vale o Clique! 

Via Casa Vogue

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.