quinta-feira, 5 de julho de 2018

Museu de Arte da Pampulha reabre as portas

A Secretaria Municipal de Cultura de Belo Horizonte reabriu o Museu de Arte da Pampulha após interrupção dos projetos e exposições e do Bolsa Pampulha. Desde o dia 16 deste mês, os visitantes podem participar do projeto Museu por Dentro, que oferece uma aproximação à história, arquitetura e acervo do museu, bem como à paisagem que o envolve.

O novo projeto oferece diferentes atividades, como uma visita guiada pelas dependências internas do edifício e a observação por meio de lunetas do Conjunto Moderno da Pampulha, composto pela Igreja São Francisco de Assis, a Casa do Baile, o Iate Tênis Clube, a Casa Kubitschek e o próprio Museu de Arte.

Projetado por Oscar Niemeyer e construído entre 1940 e 1943, o Conjunto da Pampulha se localiza ao norte de Belo Horizonte e se organiza em torno de uma lago artificial. Indicado pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade em 1996, em 2016 o conjunto foi oficialmente incluído na almejada lista. Como parte dos compromissos assumidos com a Unesco depois do reconhecimento, as autoridades municipais deverão realizar obras de restauro em alguns dos edifícios que compõem o conjunto.

A Igreja São Francisco de Assis será a primeira a passar por reparações e as obras. orçadas em R$ 1,075 milhão, deverão ser iniciadas até meados de julho deste ano. Após conclusão, será a vez do próprio Museu passar por obras de restauração interna e externa.

MUSEU POR DENTRO
No Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílio Negrão de Lima, 15.585, Pampulha, (31) 3277-7946). Visitação de terça a domingo, das 9h às 18h30. Visitas guiadas: sábado, às 15h, e domingo, às 10h. Entrada franca, sem necessidade de agendamento ou retirada prévia de ingressos.

Via ArchDaily

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.