quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Iphan lança nova edição do inventário da obra de Athos Bulcão

O ano de 2018 marca o centenário do artista Athos Bulcão, e em celebração à vida o obra deste que foi um dos pintores escultores e muralistas mais influentes do Brasil no século XX, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) lançou uma versão atualizada do inventário de suas obras.

Inventário da Obra de Athos Bulcão em Brasília é o nome do livro que parte de um primeiro trabalho realizado pelo instituto entre 2008 e 2009 e publicado em 2010. Naquela edição, foram documentadas 261 peças, que revelam a sensibilidade, a multiplicidade e a riqueza do universo criativo do artista. A nova edição, lançada oficialmente no dia 30 de julho, conta com mais de 200 páginas e consiste em um livro conceitualmente ampliado, revisado em seu conteúdo e com uma concepção gráfica lúdica e inventiva.

A Fundação Athos Bulcão, responsável pela guarda do acervo do artista, acompanhou a produção do livro que reavalia o inventário de 2010. “Revisamos o projeto gráfico, o texto, que tinha algumas inconsistências, erros de digitação, corrigimos tudo”, informa Carlos Madson Reis, superintendente do Iphan-DF. “O formato é maior, mais adequado à obra do Athos, que normalmente é em área pública, e as fotografias são maiores.”

“Athos Bulcão não era arquiteto, mas sua arte se integrou não só às obras de Lucio Costa e Oscar Niemeyer, mas às de outros importantes arquitetos brasileiros, numa rara e bela complementaridade entre arquitetura, urbanismo e artes plástica. E aqui não há de falar em mera justaposição de elementos artísticos e arquitetônicos ou do eventual caráter decorativo dos primeiros. Trata-se da fusão indissociável de meios e linguagens estéticas distintas, que se fundem para formar uma nova e única composição artística, com sua própria personalidade, beleza e harmonia”, comenta Madson Reis.

Via ArchDaily

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.