quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Uber terá serviço de patinetes elétricos compartilhados no Brasil

Se o compartilhamento é o desejo da vez, as empresas não vão perder a chance de investir em projetos que contemplem esse ideal. A Uber é uma delas. Em Santa Monica, na Califórnia (EUA), a companhia de transporte acaba de lançar seu programa de compartilhamento de patinetes elétricos e promete trazer o serviço para o Brasil em 2019.

A informação foi confirmada ao TechTudo pela diretora de parcerias da Uber para o Brasil, Tiana Jankovic. Segundo ela, não há uma data específica, mas o planejamento está acontecendo e é possível que esteja disponível ainda no início do próximo ano.

Enquanto isso, a empresa estuda a possibilidade de atuar em colaboração com outras companhias. Nos Estados Unidos, por exemplo, o serviço de patinete é oferecido em parceria com a Lime, especializada no modal, que deveria ser uma das principais concorrentes.

Um fato interessante em Santa Monica é que para operar na cidade (tanto a Uber quanto qualquer outra companhia de compartilhamento de patinetes) é preciso que a empresa se comprometa a educar os passageiros sobre a maneira correta de estacioná-las. Firmar este pacto pode ser interessante para todas as cidades que desejam avançar neste setor, afinal o direito do modal não pode sobrepor o direito da calçada livre, principalmente, em termos de acessibilidade.

A Uber defende o patinete com bateria recarregável como uma maneira acessível e ecológica de realizar trajetos mais curtos, como do trem até em casa ou de casa até o mercado.  “Queremos ser a Amazon do transporte. E esperamos que, daqui a 10 anos, ninguém na plateia tenha um carro”, afirmou o CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, durante um evento sobre tecnologia disruptiva. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.