sábado, 12 de janeiro de 2019

Casa de Vidro inaugura seu Pavilhão de Verão

Instalado nos extensos jardins da Casa de Vidro - morada icônica da arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi (1914-1992) e sede do Instituto Bardi -, o anexo se apresenta como uma solução temporária, concebida para receber eventos durante uma temporada de quatro meses e assim ampliar as receitas destinadas à manutenção do Instituto e à sua programação cultural.

"A intenção de ativar outros espaços da Casa, além da exposição 'Sonia Gomes – Ainda assim me levanto', realizada no salão principal e fruto de uma parceria com o MASP, provocou a ideia de construir uma estrutura temporária visando diversificar as atividades no espaço durante as férias de verão”, diz Waldick Jatobá, diretor-presidente do Instituto.

Para dar continuidade à missão de promover atividades culturais e educacionais - conforme o propósito de Pietro M. Bardi (1900-1999) e Lina Bo Bardi, fundadores do Instituto e grandes promotores das artes -, o novo espaço foi criado sob medida para comportar desde pequenos grupos a até 220 convidados. É aberto e versátil, capaz de receber apresentações diversas, palestras de arquitetura, arte e design, assim como cursos de desenho e jardinagem, entre outros - sempre voltados para adultos e crianças.

O pavilhão tem projeto da arquiteta Sol Camacho e foi inspirado na tradição de estruturas efêmeras e em obras da própria Lina Bo Bardi, a exemplo do restaurante Coaty, em Salvador. Nesse sentido, chamam a atenção o traçado sinuoso de piso e cobertura e dos bancos que servem de guarda-corpo (fruto de um cuidadoso estudo que permitiu desviar das árvores ao redor). O traçado orgânico se soma ainda aos delgados pilares redondos pretos, que parecem mimetizar os troncos do entorno.

Apesar do aspecto simples, o anexo emprega Cross Laminated Timber (CLT), placas compostas de três camadas de madeira certificada, cortadas em uma grande máquina de CNC conforme as instruções do engenheiro Alan Dias para a Carpintaria. A montagem levou menos de duas semanas. “A Casa de Vidro é uma das poucas instituições culturais que discute, exibe e promove o debate sobre arquitetura contemporânea; a ideia de construir o pavilhão com CLT teve a intenção de trazer a conversa sobre novos materiais e possibilidades de construção no contexto brasileiro”, ressalta Sol Camacho.

A respeito do projeto, ela pontua: "Lina concebeu e desenhou sua casa em interação total com a natureza. Ela criou, plantou e cuidou do jardim por quatro décadas. O jardim e a Casa se complementam. O pavilhão tinha que seguir essa ideia."

Local Casa de Vidro (a esxposição ocorre simultaneamento no MASP)
Endereço General Almerio de Moura 200, Morumbi, São Paulo (SP)
Visitação até 24 de fevereiro de 2019

Mais detalhes, Confira!

Via ArcoWeb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.