quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Minas Gerais terá maior usina solar do mundo até 2023

O governo de Minas Gerais fechou parceria com a empresa espanhola Solatio que garante o investimento de cerca de R$ 18,5 bilhões para a construção de quatro novas usinas solares no Estado.

E não é qualquer usina! Duas delas, que serão implementadas nos municípios de Janaúba e Arinos, prometem ter capacidade de geração de 1.300 MWp, o que as tornaria as duas maiores usinas deste tipo do mundo.

Já as outras duas, que serão construídas na cidade de Várzea da Palma, não ficam muito atrás: terão, cada uma, capacidade de geração de 650 MWp – o suficiente para desbancar, hoje, a maior usina de energia solar da América Latina (que fica, inclusive, no Brasil) e ganhar o título de terceira maior do mundo.

A previsão é de que 100% das obras estejam concluídas até 2023. E não é só! A parceria com a Solatio ainda garante investimento de R$ 2,5 bilhões em outras usinas solares que já existem no Estado.

O governo de Minas Gerais ainda fechou, recentemente, outro acordo com a Mori Energia, que estabelece a construção de outras 32 usinas de geração fotovoltaica no Estado com capacidade de geração de 150 MWp cada. Ao todo, serão investidos R$ 523 milhões nesse projeto.

Todo esse interesse do mercado internacional não é à toa. Estudos recentes mostraram que a maior parte do Estado de Minas Gerais está dentro do chamado Cinturão Solar, uma faixa geográfica onde há maior irradiação de sol no Brasil.

Via The Greenest Post

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.